nav-logo
Compartilhe

    Chikungunya: veja fases da doença e como prevenir

    Doença é uma arbovirose transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue, febre amarela e do zika vírus

    Por Danielle SanchesPublicado em 19/01/2024, às 18:17 - Atualizado em 22/01/2024, às 11:08

    chikungunya

    A Chikungunya é uma arbovirose provocada por um arbovírus — daí o seu nome—transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. É uma doença que provoca febre alta, dores nas articulações e manchas vermelhas na pele, entre outros sintomas. Continue a leitura para saber quanto tempo ela dura, formas de tratamento e de prevenção.  

    O que é Chikungunya? 

    A Chikungunya é uma arbovirose provocada por um arbovírus –daí o seu nome—transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Esse mosquito é responsável pela transmissão de outras arboviroses no Brasil, como a dengue, a febre amarela e o zika vírus.  

    O nome da doença significa “aqueles que se dobram” em swahili, um dos idiomas falados na Tanzânia, na África; e se refere às dores que a doença provoca, especialmente nas articulações.  

    Agendar consulta on-line

    Como se pega Chikungunya? 

    A Chikungunya é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite outras arboviroses, como dengue, zika e febre amarela. 

    Quais são os sintomas de Chikungunya? 

    Os sintomas da chikungunya geralmente aparecem de 2 a 12 dias após a picada do mosquito infectado. Os principais sintomas são: 

    • Febre alta (acima de 38°C), que pode durar de 3 a 5 dias; 
    • Dores intensas nas articulações, principalmente nas mãos, pés, tornozelos e joelhos; 
    • Dor de cabeça; 
    • Astenia (fraqueza); 
    • Erupção avermelhada na pele; 
    • Úlceras orais; 
    • Conjuntivite (em alguns casos); 
    • Aumento de linfonodos. 

    Sintomas na pele  

    As erupções cutâneas da Chikungunya geralmente surgem após o terceiro dia de febre e podem ser pruriginosas (ou seja, provocam coceira). 

    H2> Como é feito o diagnóstico? 

    O diagnóstico da Chikungunya é feito por meio de exame de sangue específico, já que tanto os sintomas como eventuais alterações laboratoriais (como plaquetas e linfócitos baixos) são inespecíficos e podem ser confundidos com outros quadros.  

    Leia mais: como é feito o exame para detectar o vírus da dengue? 

    Qual é o tratamento para Chikungunya? 

    Não existe tratamento específico para a Chikungunya. O tratamento é de suporte, ou seja, feito para aliviar os sintomas e o incômodo causado pela doença. Os medicamentos mais usados são os analgésicos, antitérmicos e anti-inflamatórios. O repouso e a hidratação reforçada também são importantes para auxiliar na recuperação. 

    Qual é a diferença entre Dengue, Zika e Chikungunya? 

    As três doenças são transmitidas pelo mesmo mosquito (Aedes aegypti), provocam uma doença febril em humanos e têm alguns sintomas semelhantes. No entanto, são causadas por vírus diferentes e têm quadros sintomáticos um pouco distintos.  

    A dengue, por exemplo, é considerada mais grave. Ela causa febre alta, dores musculares, na cabeça e nos olhos, falta de ar, manchas na pele e indisposição –e, em casos mais graves, pode provocar hemorragias e levar à morte. 

    Já a Chikungunya também causa febre e dores no corpo, mas as dores se concentram mais nas articulações (que podem apresentar inchaço também) e chegam a durar meses mesmo após a cura da doença. Por isso, é considerada uma enfermidade que afeta bastante a qualidade de vida do paciente. 

    Por fim, a zika é uma doença com sintomas mais leves e, por isso mesmo, muitas vezes confundida com uma alergia. Febre baixa, olhos avermelhados e coceira no corpo são sintomas comuns e a doença dificilmente provoca a morte; no entanto, o zika vírus pode provocar microcefalia no feto de mulheres gestantes que contraem a doença.

    Outro quadro de preocupação relacionado ao zika vírus é a Síndrome de Guillain-Barré, que provoca paralisia e também afeta a qualidade de vida do paciente. 

    Agendar vacina da Dengue

    Chikungunya pode deixar sequelas? 

    Em alguns casos, a Chikungunya pode causar dores e inflamação articular (artralgia / artrite) prolongadas e persistentes, além de tendinopatias (doenças que acometem os tendões do corpo). A fisioterapia e acompanhamento médico são essenciais para minimizar o impacto a longo prazo na qualidade de vida desses pacientes. 

    Chikungunya pode matar? 

    Em idosos com comorbidades (como diabetes), podem ocorrer quadros graves, com comprometimento cardíaco, renal, respiratório e até neurológico. Crianças também são uma faixa etária em que a doença pode evoluir com complicações graves. 

    Agendar consulta on-line

    Fonte: Dra. Sumirê Sakabe, infectologista do Hospital Nove de Julho (SP). 

    *com informações do Ministério da Saúde, da Fiocruz e UFCE (Universidade Federal do Ceará). 

     

    Encontrou a informação que procurava?
    nav-banner

    Veja também