nav-logo
Compartilhe

    Sudorese noturna: o que é, causas e tratamento

    O sintoma pode revelar diversas condições de saúde e causa bastante desconforto 

    Por Samantha CerquetaniPublicado em 05/12/2023, às 17:01 - Atualizado em 06/12/2023, às 09:07

    sudorese noturna

    A sudorese noturna é uma situação comum, mas que afeta a qualidade do sono e o bem-estar. As causas do sintoma variam bastante e é preciso ficar atento quando é necessário buscar ajuda para começar o tratamento. 

    Continue a leitura para saber mais sobre a sudorese noturna, principais causas, formas de tratamento e qual médico procurar.  

    O que é sudorese noturna?  

    A sudorese noturna pode ser definida como uma transpiração excessiva que ocorre durante o sono à noite. É comum que as pessoas com sudorese noturna acordem com a roupa de cama e pijamas úmidos por conta do suor em excesso. A condição é bastante desconfortável e atrapalha o sono.

    Vale destacar que o suor é um mecanismo de regulação da temperatura do corpo e serve para proteger os órgãos do aquecimento excessivo. Mas, quando a sudorese é excessiva ou acontece à noite, é importante checar se há algo errado com o organismo.   

    Agendar consulta on-line

    O que pode causar sudorese noturna?  

    As causas da sudorese podem variar bastante. Veja abaixo as principais.    

    Climatério  

    O climatério, período de transição que leva à menopausa (fim da menstruação), costuma causar sudorese noturna e ondas de calor em algumas mulheres. Geralmente, ocorre devido a uma resposta às mudanças hormonais dessa fase da vida.

    Isso acontece porque durante o climatério há uma diminuição dos níveis de estrogênio, um hormônio sexual feminino. Por isso, o sistema de regulação da temperatura do corpo é afetado, o que leva a episódios de calor repentino, sudorese e vermelhidão da pele.  

    Ansiedade  

    A ansiedade pode causar sudorese noturna ao ativar o sistema nervoso simpático, responsável por preparar o corpo para reagir a situações de estresse. Isso desencadeia várias respostas fisiológicas, incluindo um aumento na frequência cardíaca, respiração acelerada e liberação de hormônios, como a adrenalina.

    Além disso, a ansiedade eleva a temperatura do corpo, o que resulta na transpiração excessiva para que ocorra o resfriamento. 

    No entanto, a sudorese noturna relacionada à ansiedade é mais comum em pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade, como o transtorno de ansiedade generalizada ou o transtorno de estresse pós-traumático.    

    Distúrbios do sono  

    Distúrbios do sono, como pesadelos e terrores noturnos, podem desencadear reações de estresse no corpo, provocando a sudorese noturna. 

    Hipertireoidismo  

    O hipertireoidismo é uma condição médica em que a glândula tireoide, localizada no pescoço, produz hormônios em excesso. Estes hormônios têm papel fundamental na regulação do metabolismo do corpo.

    Quando estão em excesso, eles provocam sintomas desagradáveis, como a sudorese noturna.   

    Infecções 

    Em alguns casos, as infecções podem causar sudorese como parte de uma resposta do sistema imunológico para combater um agente infeccioso.

    Portanto, o indivíduo pode apresentar febre acompanhada de sudorese noturna, especialmente em infecções como tuberculose, por exemplo, pois o aumento da temperatura corporal aumenta o suor para ajudar a resfriar o corpo.

    Hipoglicemia  

    A sudorese é um sintoma comum de hipoglicemia, ou seja, quando há baixa concentração de glicose (açúcar) no sangue. Geralmente, o corpo tenta compensar a diminuição da glicose no sangue ao aumentar a produção de suor.

    Quando ocorre à noite em indivíduos em tratamento por diabetes, o médico deve ser consultado porque as hipoglicemias noturnas podem trazer graves consequências à saúde.

    Qual é o tratamento para sudorese noturna?  

    O tratamento para a sudorese noturna depende do que causou a condição. Em alguns casos, o médico pode prescrever medicamentos para tratar a sudorese noturna, principalmente se for por conta do climatério.

    Além disso, podem ser indicadas mudanças no estilo de vida, como manter o quarto a uma temperatura confortável e garantir um ambiente de sono tranquilo e relaxante. 

    Já para a ansiedade, pode ser necessário buscar ajuda terapêutica, além de investir em técnicas de respiração e meditação. 

    Qual médico procurar?  

    A sudorese noturna pode ser diagnosticada por um clínico geral. No entanto, dependendo da causa do sintoma, o indivíduo pode ser encaminhado para outros especialistas, como ginecologistas, endocrinologistas, infectologistas, entre outros. 

    Agendar consulta on-line

     

    Fonte: Roberta Frota Villas Boas, endocrinologista 

    Encontrou a informação que procurava?
    nav-banner

    Veja também

    Faça sua consulta sem sair de casaAgendar consulta online