nav-logo
Compartilhe

    Queimação no estômago: o que causa e como aliviar

    A queimação no estômago é um problema bastante frequente que provoca um desconforto na região estomacal, podendo irradiar para a garganta ou peito.

    Fonte: Dra. Vanessa PradoMédica coloproctologista e cirurgião do aparelho digestivoPublicado em 26/06/2023, às 15:58 - Atualizado em 22/11/2023, às 10:49

    queimação no estomago

    A queimação no estômago é um problema bastante frequente que provoca um desconforto na região estomacal, podendo irradiar para a garganta ou peito. 

    Geralmente, a queimação acontece quando o estômago produz ácido gástrico em excesso, que retorna pelo tubo esofágico.  É importante avaliar se o surgimento do sintoma não significa uma doença que necessita de tratamento. 

    A seguir, veja detalhes das causas da queimação no estômago, como é feito o diagnóstico e as formas de tratamento.  

    Sintomas de queimação no estômago 

    Os principais sintomas que acompanham a queimação no estômago são:  

    • Sensação de queimação na parte superior do abdômen; 
    • Azia; 
    • Náuseas e vômitos; 
    • Inchaço na barriga; 
    • Sensação de estufamento após as refeições; 
    • Perda de apetite; 
    • Desconforto ou dor quando o indivíduo se deita de barriga para cima; 
    • Arrotos; 
    • Gosto amargo ou ácido na boca. 

    Clique aqui para agendar consulta online

    O que pode ser queimação no estômago? 

    A queimação no estômago pode ser um sintoma de diversas condições. Veja abaixo as mais comuns:  

    Refluxo gastroesofágico 

    Conhecida como doença do refluxo gastroesofágico, o problema acontece quando o conteúdo que está no estômago retorna para o esôfago. Por conta disso, há uma regurgitação ácida que provoca a sensação de queimação.     

    O refluxo ocorre quando o músculo que separa os órgãos não funciona adequadamente ou se abre facilmente permitindo que o ácido estomacal chegue até o esôfago.  

    Gastrite    

    Trata-se de uma inflamação na mucosa do estômago. As causas variam bastante: pode ocorrer devido a bactérias, uso excessivo de medicamentos ou infecções, por exemplo.     

    Úlcera gástrica    

    Acontece quando há uma lesão na parede do estômago. Geralmente, ocorre após uma corrosão provocada pelo ácido gástrico e uma enzima responsável pela digestão (pepsina). 

    Estresse e ansiedade    

    Quem vive estressado ou ansioso, costuma produzir mais ácido estomacal. Isso acarreta uma irritação na mucosa gástrica e sintomas de queimação no estômago. 

    Diagnóstico para queimação de estômago 

    Após o sintoma, o indivíduo deve procurar um gastroenterologista para avaliar as causas da queimação no estômago. 

    Durante a consulta, avaliam-se o histórico clínico, relatos do desconforto e é feito um exame físico.  

    Para ter um diagnóstico correto, são solicitados exames, como endoscopia, análise de sangue e ultrassonografia.  

    Queimação no estômago na gravidez 

    É bastante comum que as gestantes tenham a sensação de queimação no estômago.  

    Geralmente, o sintoma surge devido às alterações hormonais e físicas que ocorrem durante a gestação. Essas alterações promovem o relaxamento do músculo que separa o estômago do esôfago, o que causa refluxo.  

    Além disso, com o crescimento do útero conforme a gravidez avança, ocorre uma pressão maior no estômago, o que pode causar o retorno do ácido estomacal e sintomas de queimação.  

    Como aliviar queimação no estômago 

    Vale reforçar que é importante buscar um médico especializado no aparelho digestivo para realizar exames, ter um diagnóstico correto e o tratamento adequado.  

    No entanto, algumas atitudes do dia a dia aliviam a queimação no estômago. São elas:  

    • Manter uma dieta equilibrada, evitando alimentos picantes e gordurosos;  
    • Não ficar muito tempo sem se alimentar; 
    • Evitar consumir grandes quantidades de alimentos de uma vez;  
    • Não se deitar após as refeições;  
    • Evitar o estresse constante no dia a dia;   

    Tratamentos para queimação no estômago  

    O tratamento varia de acordo com a causa do problema. Geralmente, indica-se o uso de medicamentos para neutralizar o ácido estomacal. Entre eles, destacam-se os antiácidos.  

    Em casos de gastrite, úlcera ou refluxo, são indicados inibidores da bomba de prótons, também chamados de antiulcerosos.  É importante lembrar que a automedicação pode mascarar sintomas de doenças graves, interagir com outros medicamentos ou provocar efeitos colaterais indesejados.  

    Se a queimação no estômago persistir, procure um médico o quanto antes e só use medicamentos prescritos por ele. 

    Clique aqui para agendar consulta online

     

    Encontrou a informação que procurava?
    nav-banner

    Veja também